A+ A A- Tamanho de Fonte C Contraste 简体中文EnglishPortuguêsEspañol

Correias Mercúrio quer expandir atividades no Pará

O governador do Pará, Helder Barbalho, e o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Iran Lima, receberam, no final da manhã desta quarta-feira (24), no Palácio do Governo, em Belém, o deputado estadual Toni Cunha e o CEO da empresa Correias Mercúrio, Ivan Ciruelos, que apresentou ao chefe do Executivo estadual o projeto de expansão e aumento da capacidade produtiva da companhia, que tem uma fábrica em Marabá, no sudeste do Estado. A empresa está instalada no Pará há cerca de três anos e gera 200 empregos diretos e indiretos.

Ivan Ciruelos contou ao governador do Estado um pouco da história da Mercúrio, que surgiu há 75 anos e atua em mais de 40 segmentos industriais distintos, produzindo, principalmente, correias transportadoras. Segundo ele, a unidade de Marabá, inaugurada em 2016, é a primeira e única a fabricar correias transportadoras no Norte do País, que hoje já são exportadas para países como Chile e Peru.

O CEO também apresentou os planos da companhia para o futuro, que preveem a construção de uma nova Unidade de Produção de Compostos de Borracha também no distrito industrial de Marabá, onde a empresa já adquiriu uma nova área, com cerca de 50 mil metros quadrados. Esse novo empreendimento deve gerar, ao longo de alguns anos, mais cem postos de trabalho.

"O Pará foi o Estado que nos abraçou e nos deu as condições para que pudéssemos crescer. Por isso, queremos avançar ainda mais e, no que depender de nós, pretendemos criar uma cadeia de industrialização, gerando cada vez mais renda e emprego para a população do Estado", enfatizou o executivo.
O governador Helder Barbalho fez questão de se colocar à disposição da companhia e disse que o Estado do Pará está focado em criar um ambiente cada vez mais favorável para o desenvolvimento de novos negócios, sobretudo para aqueles que procurem agregar valor ao que é produzido aqui.

"Estamos trabalhando para verticalizar a nossa produção e, assim, agregar mais valor às nossas riquezas. Queremos melhorar a nossa logística e, assim, termos um diferencial competitivo para quem, como vocês, pretende investir no Pará", ressaltou. O chefe do Executivo estadual também se comprometeu a visitar as instalações da empresa em uma próxima passagem por Marabá.

Por Elck Oliveira (Agência Pará)