A+ A A- Tamanho de Fonte C Contraste 简体中文EnglishPortuguêsEspañol

Distritos Industriais

O Estado do Pará possui quatro distritos industrial, estrategicamente localizados em: Ananindeua, Icoaraci, Barcarena, Marabá.

ANANINDEUA

O Distrito Industrial de Ananindeua foi implantado em 1980, pelo governo do Estado do Pará. Uma área de 275 hectares, o Distrito Industrial se localiza no final da Av. Zacarias Assunção, a 3 Km da sede municipal, com acesso pela BR 316, KM 9. Uma posição estratégica de valorizar o município como parte integrante da região metropolitana de Belém. O Distrito contempla os segmentos industriais de alimentos, bebida, mobiliário, couro, minerais não metálicos, papel, metalurgia, mecânica, transporte, borracha, química, farmacêutico, plástico, sabão, entre outro definido plano diretor e zoneamento do Distrito Industrial.

 

ICOARACI 

O Distrito de Industrial de Icoaraci foi criado em 1981, com a finalidade de dar ordenamento à atividade industrial na região metropolitana de Belém. Uma área destinada a infraestrutura apropriada de cada setor e aproveitamento do eixo rodoviário.

O Distrito Administrativo de Icoaraci possui uma área subordinada administrativamente e reconhecido como um dos principais polos de produção artesanal de cerâmica do Estado do Pará, nos estilos Marajoara, Tapajônicos e Maracá, a partir de peças catalogadas pelo Museu Emílio Goeldi e processamento de extrativismo vegetal. Localizado na Região Metropolitana de Belém, Região de Integração do Guajará, é parcialmente peninsular, por ter sido implantada às margens do Rio Guamá e da baía de Guajará (formada pela confluência dos rios Guamá, Moju e Acará) e concentra o equipamento urbano subordinado à Belém.

BARCARENA  

O Distrito Industrial de Barcarena é um importante núcleo de desenvolvimento regional em decorrente crescente demanda global por commodities minerais (Caulim, alumina, alumínio e cabos para transmissão de energia elétrica), por um lado, e pelas políticas nacional e estadual de incentivo às exportações e verticalização produtiva de geração de empregos relacionados atividades, por outro, um elo industrial e desenvolvimento local. A movimentação do porto de Vila do Conde, associada ao sistema de circulação regional, como a Alça Viária, as eclusas de Tucuruí e a Hidrovia Araguaia-Tocantins, são os pontos do eixo modal de infraestrutura porto-rodovia presente no Distrito Industrial de Barcarena.

 

MARABÁ   

O Distrito Industrial de Marabá, com 4.643 ha, tem atividades voltadas para a indústria de transformação, com destaque para a produção de ferro-gusa, semielaborados de cobre e suas ligas, indústria madeireira e a fabricação de telhas e tijolos. O município de Marabá integra a rede dos principais portos da hidrovia Tocantins-Araguaia, na parte do Estado do Pará onde está localizada a Estrada de Ferro Carajás (EFC). A cidade é polo de desenvolvimento econômico do sudeste paraense, centro comercial de decisões e negócios. Uma região rica em minérios, concentra investimentos e empreendimentos de indústrias agrícola, distribuídas nas diferentes atividades da economia formal e informal do município. Um importante entroncamento produtivo. A Região de Integração de Carajás situada no Sudeste do Estado do Pará, entrecortada pela rodovia PA-150.