A+ A A- Tamanho de Fonte C Contraste 简体中文EnglishPortuguêsEspañol

Estado buscará investimentos em evento sobre transporte e logística em Belém

A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) e outros órgãos do governo do Estado participarão da Trans 2018 - VII Congresso e Feira Internacional de Transporte e Logística Sustentável da Amazônia, que ocorrerá em Belém, de 19 a 21 de junho, com o objetivo de promover a integração logística da Região Pan-amazônica junto ao Brasil e à comunidade logística internacional. O Secretário de Estado de Transportes, Kleber Menezes (3º da esq/dir), confirmou a Eduardo Carvalho (2º da esq/dir), presidente da Trans 2018 e do SINDARPA (Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre e das Agências de Navegação do Estado do Pará), realizador do evento, o patrocínio do Governo do Estado, que terá um estande voltado à divulgação dos projetos que atraiam investidores internacionais ao Pará.
FOTO: ASCOM / SETRAN
DATA: 07.05.2018
BELÉM - PARÁ

A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) e outros órgãos da administração pública estadual vão participar do VII Congresso e Feira Internacional de Transporte e Logística Sustentável da Amazônia (Trans 2018), que será realizado de 19 a 21 de junho, em Belém. O evento visa promover a integração logística da Região Pan-amazônica com o Brasil e a comunidade internacional.

O secretário de Estado de Transportes, Kleber Menezes, já confirmou a Eduardo Carvalho, presidente da Trans 2018 e do Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre e das Agências de Navegação do Estado do Pará (Sindarpa), realizador do evento, o patrocínio do governo do Estado, que terá um estande voltado à divulgação de projetos com potencial para atrair investidores internacionais ao Pará.

“Os entes estaduais que se relacionem à logística, obras, turismo e informação estarão representados na Feira, como a Sedeme (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia), Setur (Secretaria de Estado de Turismo), Secom (Secretaria de Estado de Comunicação), Arcon (Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará), CPH (Companhia de Portos e Hidrovias), Codec (Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará) e NGTM (Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano), além da própria Setran”, informou Kleber Menezes, que será um dos palestrantes do Congresso.

Canal do Panamá - De acordo com Eduardo Carvalho, “o Congresso é voltado para o mundo, quando discutiremos sobre a segurança do transporte, a abertura do Canal do Panamá, por exemplo, sendo um fator de oportunidades nunca visto em nosso Estado”.

Durante três dias será possível participar de programação diferenciada, com temas estratégicos voltados à atração de investimentos relativos a hidrovias, ferrovias e portos, navegação interior, marítima e de cabotagem, polo naval e cadeia de suprimentos, agronegócio e comércio exterior, além de sustentabilidade operacional.

Estão programadas 20 palestras técnicas sobre projetos, ambiente de negócios, atração de investimentos, tecnologia e inovação, além de cinco painéis, rodadas de negócios e o Fórum Pan-Amazônico de Transporte e Logística.

Por Karlla Catete