A+ A A- Tamanho de Fonte C Contraste 简体中文EnglishFrançaisPortuguêsEspañol

Governo do Pará e investidores russos tratam sobre investimentos portuários em Barcarena

Por meio de videoconferência na manhã desta terça-feira (20), o governador do Estado, Helder Barbalho, participou de reunião com investidores russos para celebrar, em breve, um protocolo de intenções com objetivo de potencializar investimentos direcionados à primeira Zona de Processamento de Exportações (ZPE) do Pará, em Barcarena, nordeste do Estado. Os titulares da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) também estiveram na agenda de trabalho e destacaram as potencialidades portuárias do município.

“Nós estamos buscando investidores que queiram apostar no Estado para suas atividades e, particularmente, este investimento russo na área portuária agrega valor para o porto de Barcarena. Essa é a perspectiva para nós consolidarmos a ZPE, a tão importante zona franca para área de Barcarena, que certamente atrairá diversas outras operações empresariais, gerando emprego e desenvolvimento para região”, frisou o governador Helder Barbalho.

Durante a reunião, o presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), Lutfala Bitar, informou a disponibilidade de área para investimento no Distrito Industrial de Barcarena, reforçando o papel da Companhia em colaborar para a viabilização dos negócios.

Equipe da CODEC durante reunião com os investidores russos e o governador Helder Barbalho. Foto: ASCOM CODEC

“Dentro da área industrial de Barcarena, há disponibilidade de área de cerca de 400 hectares, que poderá perfeitamente atender esse projeto. Nesse caso, o empreendimento ficaria instalado a apenas cerca de 10 km do porto de Vila do Conde”, explicou ele.

Participantes da reunião sobre investimentos na primeira Zona de Processamento de Exportações (ZPE) do Pará, em BarcarenaFoto: Marco Santos / Ag.Pará

De forma prática, a ideia para ZPE do Estado é criar uma área especial de livre comércio para a intensificação das exportações de produtos paraenses, a partir do porto de Vila do Conde, uma das principais rotas de escoamento da produção paraense, situado nas proximidades do Distrito Industrial do município.

“A ideia é fazer um grande porto na região, além do que já existe hoje, mas também fazer desse porto o âncora da ZPE (Zona de Processamento de Exportação). O governador Helder Barbalho já colocou o Estado a disposição para fazer essa construção e foi criado um grupo de trabalho com a secretaria russa e a secretaria de portos para dar andamento ao projeto. Futuramente, assinaremos um protocolo de intenções e mais à frente, teremos a materialização desses investimentos. Todos esses investimentos são para o povo do Estado, gerando emprego e renda para a sociedade paraense”, destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, José Fernando Gomes Jr.

Foto: Marco Santos / Ag.Pará

Participaram da reunião Tatyana Mashkova, membro do Comitê Organizador do Projeto Integrado e diretora-geral do Comitê Nacional de Cooperação Econômica com Países Latino-Americanos (CN CEPLA); Sergey Nyrkov, presidente da Comitê Organizador do Projeto Integrado, membro do Presidium do CN CEPLA e presidente do Conselho de Administração da Sociedad Anónima “RusTransAtlantic”; Sergey Mendoza, membro da Comitê Organizador do Projeto Integrado e diretor-geral adjunto da Sociedade Limitada “RusTransAtlantic”, além de Dmitri Dmitrievich Lobkov, representante da Casa Russa do Paraná.

Texto: Bruno Magno – SECOM